22 de jun de 2010

Vou te atropelar...


Um dia alguém me disse que me faria a mulher mais feliz do mundo,

E eu acreditei,

me deixei embarcar

nessa fantasia louca.
Loucura, loucura

deixando-me levar com alegria,

fui guiada, fui guia.

penetrei num mundo que não conhecia,

eloqüente de gestos e beijos quentes,
mãos suaves, bocas ardentes,
peles ultra macias

línguas, molhadas, melentas e sedentas,

penetravam o corpo e a mente

deixando-nos desmanchar de prazer.

Ah, eu derramei, desmanchei, derrubei,

ah, eu amei, como amei...e fui feliz por muitos e vários dias,

tão feliz que até então não sabia o quanto podia. E que podia. Como podia!

E com toda a certeza que a vida nos cerca, e essa nos é, tão incerta.

A separação veio e nos atingiu em cheio

tava tudo tão bom, tão bem, meu bem!

E ela sem dó, nos rachou ao meio.

Hoje, mais lúcida e sem culpas!

sei que já vivemos tudo, ao tempo em que,

também sei que não vivemos nada

a vida essa incógnita desnorteada

separou-nos a estrada, fazendo-nos percorrer caminhos diferentes

contudo, caminhamos na mesma velocidade que nos foi ditada
e um dia, naquela estrada na minha frente você vai passar
e, eu vou te atropelar para bem dentro de mim.

E com muito carinho pegarei um atalho,
um caminho sem começo, sem meio nem fim... apenas um atalho

e serei o seu agasalho.
 
By Marcinha Cardozo

4 comentários:

Beeta disse...

"[...]a vida essa incógnita desnorteada[...]"
não temos como entender a vida, isso à faz uma caixinha de surpresas que às vezes são boas outras não, mas temos que vivê-la... mas essa incerteza da vida que nos tráz essa adrenalina e que a torna excitante, imteressante!!
beijos querida,lindo texto!!

Gisis disse...

Lindo texto!Um atopelamento onde situações interessantes aconteceram , gostei quando li e entendi que farias tudo outra vez.Perfeito!Beijocas Giselda

blog. da Tereza Maria disse...

Oi!
Interessante seu blog,parabéns,
Visite-me, será um prazer.
saudações peticas!

Sônia Silvino disse...

Uau! Foi de tirar o fôlego!
Bjkas, muitas!

Postar um comentário